segunda-feira, 19 de outubro de 2015

A Verdade Sobre Nós de Amanda Grace


Avaliação:   | 208 páginas; Editora Intrínseca


Madelyn tem apenas 16 anos, mas por pressão dos pais se esforça sempre ao máximo nos estudos. Por isso ela acaba num programa em que pode começar a adiantar matérias da faculdade. É lá que conhece Bennet, seu professor de biologia, e os dois sentem-se atraídos um pelo outro.
A história nos é contada por Madelyn através de cartas escritas para Bennet. Logo de início já sabemos que a relação entre os dois acabou mal, por Madelyn ser menor de idade e se envolver com um professor, mas é ao longo do livro que vamos descobrir exatamente o que e como tudo aconteceu.
Madelyn decide não falar sua idade para Bennet, com medo de que ele não queira nada com ela. Imaginando que ela tenha pelo menos 18 anos, Bennet se preocupa mais com a situação deles na faculdade. Ele pede para que ela espere pelo final do semestre, quando ela terminará a matéria e ele não será mais seu professor e os dois poderão enfim ficar juntos de verdade. Enquanto isso eles se encontram às escondidas, passam muito tempo juntos conversando e se conhecendo.
Como o livro é curto, já é de se imaginar que a história é rápida. De fato ela não tem reviravoltas e muitos acontecimentos, é apenas um relato da breve relação que se deu entre os dois até tudo desmoronar.
Em alguns momentos achei Madelyn um pouco repetitiva, sempre comentando as diferenças entre os garotos do colegial e Bennet ou o fato de ser mais nova que ele. Ainda assim, a leitura é leve e foi gostosa; concluí em apenas um dia. Eu gostaria de ter mais o que ler, talvez mais detalhes, mas acho que a história foi bem estruturada e realmente não teria muito mais o que acrescentar.
Além do conflito amoroso principal, podemos ver um pouco da relação de Madelyn com os pais e com o irmão. O pai frustrado que cobra insanamente os filhos, a mãe com uma profissão de respeito jogando um filho contra o outro, fazendo-os competir o tempo todo. E os dois irmãos que sempre viveram sob essa pressão, mas que aos poucos vão se cansando disso e descobrindo outros caminhos. No fim das contas tudo serve como um enorme amadurecimento para Madelyn, não só na área amorosa, mas ajudando-a a descobrir mais sobre si mesma e arrumar forças para ir atrás do que realmente quer.


Nenhum comentário:

Postar um comentário