sexta-feira, 25 de julho de 2014

Cidade dos Ossos - Os Instrumentos Mortais de Cassandra Clare


Avaliação:  | 462 páginas; Editora Galera Record

Estou um tanto atrasada, eu sei. Porém após ler esse livro eu percebi que fiz muito bem em ler a trilogia As Peças Infernais primeiro. Ela serviu como uma ótima introdução ao universo dos Caçadores de Sombras e me preparou melhor para a série Os Instrumentos Mortais.
Cidade dos Ossos é narrado em terceira pessoa, algo que me confundiu um pouco no início, porque eu reparei que a maioria dos livros hoje em dia (os que eu leio, pelo menos) são escritos em primeira pessoa. 
Nesse livro acompanhamos Clary, uma adolescente que descobre não ser apenas uma humana normal e, após o desaparecimento da mãe, se vê parte desse mundo sobrenatural repleto de lobisomens, vampiros, feiticeiros e diversas outras criaturas.
Entre elas se encontram os Caçadores de Sombras - meio humanos, meio anjos - que são responsáveis por matar demônios e manter o equilíbrio na Terra. Não é tão simples quanto eu acabei de narrar, pois o ambiente no qual os Caçadores vivem possui muitos detalhes e histórias, objetos e mesmo palavras próprios. Eu achei que esse livro não situa muito bem o leitor quanto a essas coisas, deixando-o um tanto perdido. Como eu já havia lido As Peças Infernais, não tive problemas para entender nada.
A trama pode aparentar ser clichê de acordo com sua premissa, mas o enredo é muito bem desenvolvido e elaborado. Em muitos aspectos esse universo fantástico me lembrou Harry Potter e desde a saga de Rowling eu não me sentia tão profundamente envolvida por uma história e seus personagens.
Clary é a típica personagem "perdida", que não serve para muita coisa no início, pois ainda está descobrindo as coisas (como nós, que estamos lendo). No entanto, ela cativa pelo jeito simples e doce. Jace rouba a cena com sua personalidade extrovertida e sarcástica e eu não pude evitar ficar completamente apaixonada por ele. Como em seus outros livros, Cassandra se empenha em construir bem todos os seus personagens, mesmo aqueles que aparecem poucas vezes.
A autora também possui um ritmo característico; já ouvi muitas pessoas dizerem que não aguentaram ler o livro. Com mais ou menos 500 páginas, a história se desenrola de forma incrivelmente natural. Particularmente eu achei a maneira como foi escrita maravilhosa, pois o que mais detesto são tramas corridas e que acontecem não porque se desenrolaram, mas porque claramente o autor quis daquele jeito e pronto. As batalhas são bem pensadas e emocionantes, os mistérios revelados aos poucos e chocantes e o romance nasce a partir da convivência e companheirismo. Um ótimo livro para quem gosta de fantasia.

Eu admiro muito o trabalho da Cassandra Clare. É perceptível o quanto ela se esforçou para criar algo de boa qualidade e o resultado é incrível. Estou muito ansiosa para continuar a série!


Um comentário:

  1. Que bom que você gostou!!!! Também adorei o livro e já li o segundo, quero desesperadamente ler o restante da série, mas cadê dinheiro?!!
    Não gostei tanto do segundo e espero ansiosa sua resenha dele.
    Beijo!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com/

    ResponderExcluir