sábado, 5 de abril de 2014

A Maldição do Tigre de Colleen Houck

Avaliação: 
[344 páginas; Editora Arqueiro]

A Maldição do Tigre é um YA de romance e aventura, que me chamou a atenção pelo fato de envolver a cultura e mitologia indianas (e possui essa capa incrivelmente maravilhosa pela qual estou completamente apaixonada!). 
Dois irmãos príncipes são amaldiçoados e transformados em tigres. Eles podem se transformar de volta em humanos por tempo limitado a cada dia. Kelsey é uma adolescente que arranja trabalho temporário em um circo que está em sua cidade. Em meio a diversas tarefas, ela acaba tendo de cuidar de um lindo tigre branco usado em apresentações, o qual ela apelida de Ren. Ela se afeiçoa muito ao tigre, portanto quando um senhor misterioso aparece querendo comprar Ren para levá-lo de volta à Índia, Kelsey aceita o convite de acompanhá-lo.
Ao ser revelado a ela o segredo do tigre - ele ser, na verdade, um homem amaldiçoado - Kelsey também descobre que ela é a pessoa que poderá ajudá-lo a quebrar a maldição e os dois partem em uma aventura.
O que realmente me irritou nesse livro é algo um tanto característico em livros de romance YA: a personagem principal. Kelsey tem uma história de vida interessante, tem muito potencial para ser uma personagem atraente. Porém ela é apenas mais uma garota sem graça, que parece perder o cérebro toda vez que vê Ren. E só sabe falar cansativamente sobre como ele é lindo, como é musculoso... Dá a entender que apenas o fato dele ser bonito já o eleva ao patamar de príncipe perfeito. Superficial e desnecessário, já que muitas vezes, mesmo em meio a perigos, ela só consegue pensar nisso. Ao desenrolar da história ela acaba criando conflitos com ele, que são até plausíveis, mas por sua personalidade ser fraca soam um pouco ridículos.
O enredo é muito interessante, principalmente pela cultura que nos é mostrada; a Índia é muito rica culturalmente, mas normalmente conhecemos muito pouco dela. As aventuras tem um ar a la Indiana Jones, com mitologia e deuses locais. Eu acho que os desafios foram um pouco fracos; Kelsey e Ren passaram um pouco fácil por eles, mas ainda assim houve um bom equilíbrio de história, aventura e romance durante o livro.

O segundo livro da série chama-se O Resgate do Tigre e estou muito interessada em lê-lo!

8 comentários:

  1. A Maldição do Tigre é uma série que vale a pena ser lida, apesar dos problemas. De fato, a sua avaliação foi perfeita; o livro tinha mto potencial, por causa da mitologia e a aventura, mas a Kelsey é um pé no saco de tão burra... Os próprios príncipes, principalmente o Ren, também são "perfeitinhos" demais e isso os torna um pouco chatos também, mas pela cultura te recomendo que termine a série. ^_^
    http://thisiskeyko.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, estou empolgada com o livro pela cultura indiana que está sendo apresentada, achei muito interessante (: Aí a gente tenta ignorar essas coisinhas ruins, né? hahaha

      Excluir
  2. Não tenho muito interesse em ler esta série, mas não vou mentir, já pensei em comprar os livros só pq acho as capas lindas hehehe

    bjs
    http://www.confraria-cultural.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é? Vou te falar que a primeira vez que vi a capa fiquei tão apaixonada que fiquei chateada da sinopse não ter me interessado hahahahah Mas depois fiquei curiosa e acabei gostando, agora tenho o livro da capa bonita hahahaha

      Excluir
  3. Comprei o primeiro livro da saga super sem querer, só porque a capa era bonita e acabei me surpreendendo com a história. Realmente, esse modelinho de protagonista sem sal + irmão modelo + triângulo amoroso já deu o que tinha que dar, mas a saga do tigre se destaca por nos trazer um pouco mais do que isso: as histórias super complexas, os contos indianos, uma descrição rica de batalhas, entre outros. Posso te recomendar a continuar lendo (eu já li todos os lançados), já avisando que você pega uma birra imensa da Kelsey, mas fica sem ar em vários momentos da leitura :D
    Ótima resenha, soube transmitir bem o livro sem estragar haha
    Beijão <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Alguns clichês deviam ser evitados (principalmente porque eu não entendo como pode o segundo cara do triângulo ser sempre MUITO mais legal e interessante e ainda assim a protagonista preferir o primeiro... Enfim hahaha)
      Vou continuar a série sim, com certeza! (:

      Excluir
  4. Eu já fiquei namorando esse livro pela capa, mas confesso que nunca fiquei inclinada a lê-lo até a tua resenha. Concordo com você sobre as personagens de YA que tem aparecido. Acho que de uns sete que eu li, só uma personagem feminina eu de fato gostei, a June de Legend, o resto tem esse problema terrível de serem complexadas e... burras. Enfim, vou procurar pra ler! :)

    http://relativismoescrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha Não é? Eu gosto muito da Katniss, do Jogos Vorazes, ela é forte e sensata, ainda assim sensível.
      Mas procure sim, apesar dos pesares, é um livro bacana (:

      Excluir